Tribologia

Pontes rolantes e cuidados com manutenção

ponte rolante

Pontes rolantes são, em resumo, equipamentos utilizados para elevação de cargas, e possuem, a princípio, uma viga, carro e talha. Existem modelos fixos e móveis, com a finalidade de movimentação de objetos e cargas pesadas.

É muito utilizado nas indústrias siderúrgicas, bem como portos, pois facilita a movimentação de objetos de dentro dos navios para fora, por exemplo. Alguns fabricantes de móveis e industrias que tenham linhas de produção também fazem uso das pontes rolantes, a fim de ter maior flexibilidade, na montagem e expedição dos produtos.

Estes equipamentos possuem alto custo de aquisição, mas a relação custo x benefício costuma ser melhor, desde que esteja sempre com a manutenção em dia evitando, sobretudo, paradas forçadas e perda de função.

Legislação de segurança

No Brasil, a Norma Regulamentadora Nº 11 determina sobre “Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais” e trata dos aspectos como: inspeção e manutenção, identificação de capacidade de carga, circulação de pessoas nas proximidades, bem como treinamentos e capacitação para operação.

Dispositivos de segurança

As pontes rolantes possuem dispositivos de segurança com intuito de evitar acidentes e que devem ser mantidos, inspecionados e testados regularmente.

Existem, por exemplo, as chaves fim de curso dos movimentos de elevação, translação, limitadores de carga, botões de parada de emergência, sinaleiros sonoros e visuais, freios, batentes e amortecedores de impacto.

Principais falhas das Pontes Rolantes

Uma pesquisa realizada pela PUC-Rio, registrou quais seriam os componentes críticos que possuiriam a maior frequência em falhas no período de manutenção e inspeção.

Como resultado, foi constatado que em 42,23 % dos casos de falha foram por sistema de translação da ponte, e, logo depois, 24,09% eram causados por falha na roda motriz, com 9,62% com falha no eixo motriz e o restante de 8,52% causado, em suma, por falha no motorredutor.

Outras causas

Outras causas são o sistema de elevação de carga com 22,10% sendo ele, 14,02% de falha em cabos de aço, e, ao mesmo tempo, 8,08% em guinchos.

Para se evitar a falha de um componente e, sobretudo, acidentes que podem acarretar mortes e prejuízo financeiro, devem ser feitas inspeções preventivas diárias, sendo elas visuais, no qual o equipamento está desligado e testes funcionais, e é testado ligado.

Manutenção preventiva e preditiva

  Existem várias categorias de manutenção para as pontes rolantes, como serviços de manutenção preditiva e corretiva:

Na manutenção preventiva da ponte rolante, existem inspeções preventivas periódicas como visitas programadas, suporte técnico in loco, além de melhorias orientadas por empresas especializadas. 

A principal função da manutenção preventiva é evitar falhas dos equipamentos, até mesmo as que resultam do desgaste dos componentes, devido ao uso contínuo.

A manutenção preditiva utiliza das análises de materiais do equipamento, como os óleos e graxas lubrificantes para detectar contaminação, desgaste, água em excesso, e outros problemas na hora certa, evitando paradas e gastos desnecessários com quebras, e, além disso, a troca de peças mais custosas, já que, se monitorada com regularidade, percebe a alteração do equipamento logo que ela começa.  

Cuidados com manutenção

A manutenção preventiva das pontes deve ser diária, em exames visuais, e constantes para focar outros itens como:

  • Basculamento/Elevação
  • Cabos de aço e acessórios
  • Roldanas e trilhos
  • Freios
  • Elétrica/comandos
  • Lubrificação

Lubrificação

A lubrificação deve ser feita de forma adequada e controlada, com pessoal treinado, para não haver problemas nas guarnições. As talhas e as Pontes Rolantes devem ser lubrificadas periodicamente, seguindo a indicação do fabricante. Estando bem lubrificadas as pontes e as talhas tendem a ter uma vida útil mais longa e um desempenho melhor.

 Confira os principais benefícios.

  • Minimizar o desgaste
  • Reduzir o atrito
  • Minimizar o acumulo de poeira
  • Impedir a ferrugem
  • Absorver o calor
  • Melhorar a transmissão da potência

O nível de óleo deve ser constantemente observado, para sempre manter o nível de segurança. A graxa usada nas engrenagens deve ser colocada na quantidade correta, já que se utilizada em quantidade maior que o necessário pode ocorrer da graxa cair na roda do trole, afetando o movimento sobre a viga.

ALS e a manutenção preditiva

Consulte os serviços de manutenção preditiva da ALS e garanta o bom funcionamento e a segurança de seu equipamento.

Compartilhe este conteúdo

Imprimir