Meio ambiente

Análise do Meio ambiente, para que serve?

Atender a legislação e o mercado consumidor atualmente não significa se preocupar apenas com o padrão de qualidade do produto ou serviço oferecido.
É necessário que sua empresa dê atenção para o Meio Ambiente. E também para o uso adequado de recursos em sua produção.
Uma pesquisa feita em nove países pela União para o BioComércio Ético (UEBT) mostrou que 92% das pessoas preferem empresas com políticas de respeito ao meio ambiente e à biodiversidade.

Compromisso com o Meio Ambiente

Para atestar que sua marca tenha compromisso com o Meio Ambiente, é importante buscar certificações de sustentabilidade que auxiliam o consumidor em sua decisão.
No Brasil, existem, em média,  30 certificações e selos que comprovam medidas sustentáveis para o consumidor.
Garantir que sua empresa adquira tais certificações e seja sustentável é possível, mas às vezes é necessário repensar processos.
Esquemas de produção, mão de obra, mudança de cultura e racionalização de consumo são alguns deles.
Para desenvolver um plano de gestão ambiental, é preciso começar entendendo o que pode ser melhorado. Assim, existe a Análise do Meio Ambiente.
Ela é composta de testes, inspeções, serviços de verificação e certificação que sigam a legislação ambiental do país e normas dos órgãos responsáveis.

O que é analisado?

Os níveis de poluentes em rios, efluentes, solos, resíduos e outras fontes específicas são os principais itens analisados dentro da questão ambiental. Confira:

Água e outras fontes: águas superficiais, subterrâneas, residuais, reutilizadas, água de consumo humano, de mina, tratada, Estações de Tratamento de Água (ETA), por exemplo.

Solo: exemplares de solo ou sedimentos via coleta, perfuração ambiental e opção geotécnicas são capazes de, como resultado de poços de monitoramento, identificar agentes contaminantes.
Também é verificada a necessidade de reabilitação do solo através de ações corretivas de remediação ambiental.
São analisados (Fertilidade e Contaminação), Sedimentos, Lodo etc.

Ar: Todos os ambientes da empresa podem ter a qualidade do ar testados, em situação externa ou interna, na busca de agentes nocivos ou contaminantes.

Resíduos: Os resíduos normalmente resultam da atividade industrial. Por isso devem ser tratados ou descartados.
Da mesma forma, precisam ser classificados para estabelecer métodos corretos. Seja para sua gestão, tratamento ou descarte a fim de preservar o Meio Ambiente.

Clima: O ambiente também possui comportamento que influencia na qualidade ambiental da empresa. Por este motivo possui normas técnicas a serem respeitadas.
Situações climáticas como a emissão de gases do efeito estufa ou de calor excessivo em espaços abertos do seu negócio.

Do diagnóstico à atuação  

Com as análises ambientais em mãos, é hora de fazer um planejamento estratégico a fim de:

  • Modificar processos de produção, uso ou descarte, por exemplo
  • Otimizar uso de insumos na produção e/ou utilização
  • Reduzir e/ou reutilizar água
  • Mudar cultura interna da empresa
  • Sobretudo racionalizar o consumo de recursos naturais

Fale com um de nossos especialistas.  

Compartilhe este conteúdo

Imprimir