Artigos, Tribologia

Manutenção preditiva: tudo o que você precisa saber sobre o assunto

Empresas de todo o mundo querem reduzir custos de operação e melhorar a produtividade de seus equipamentos. Para isso, é preciso fazer uma boa gestão das máquinas e adotar a manutenção que traga mais economia nos gastos. Por isso, iremos tirar todas as suas dúvidas sobre manutenção preditiva no artigo de hoje. Acompanhe com a gente.

O que é Manutenção Preditiva?

A manutenção preditiva é uma metodologia que se trata de uma filosofia corporativa. Essa técnica tem como objetivo programar intervenções nas máquinas tendo como base indicadores dos próprios equipamentos, monitorando-os periodicamente. São feitas inspeções no desempenho da frota e esses dados fornecem informações que confirmam as anomalias presentes.

Esses estudos que compõem o programa de monitoramento podem fornecer análises de fluidos, níveis de desgaste de componentes e outros fatores como vibração e termografia. Assim, torna-se possível prevenir possíveis falhas dos equipamentos e reduzir custos com manutenções não planejadas.

Tipos de Manutenção

  • Manutenção preditiva

Como falado anteriormente, a manutenção preditiva tem como premissa o monitoramento periódico de máquinas, fazendo as inspeções necessárias para acompanhar o desempenho da frota e detectar antecipadamente qualquer desgaste que a frota possa vir a apresentar.

  • Manutenção preventiva

A manutenção preventiva é muito abrangente e significa um conjunto de ações que visam prevenir a quebra. Está baseada em intervenções programadas definidas pelos fabricantes dos equipamentos. Essa política, em muitos casos, leva ao desperdício, pois não considera a condição real do equipamento.

  • Manutenção corretiva

A mais temida das manutenções é também a mais cara. A manutenção corretiva se baseia na troca de componentes ou peças que tenham sofrido algum defeito ou falhas sérias. Como ela age apenas quando os equipamentos demonstram erros, pode acarretar em uma parada maior dos equipamentos e alto custo do reparo – o que também acarreta em perda da produtividade.

Processo da Manutenção Preditiva

Na ALS, o processo de manutenção preditiva se inicia com uma análise de óleo da frota. Essa ferramenta tem o poder de detectar falhas prematuramente e fornecer informações valiosas para os especialistas.

Num segundo momento, é preciso definir em quais equipamentos e componentes será feita a análise. Para cada compartimento existe um escopo predefinido que melhor atende a sua condição de operação. Na terceira fase de operação é feita a coleta do fluido, uma das mais importantes de todo o processo. É preciso fazer a coleta com as ferramentas certas para implementar o programa de manutenção.

Após a coleta, a ALS recebe a amostra e é o único laboratório a disponibilizar o resultado em 24h. O processo de Interpretação da ALS visa a manutenção preditiva de seus equipamentos com linguagem simples e objetivas, abordando por completo todas as ações de inspeções necessárias, reduzindo o tempo de parada do equipamento.

Assim, por meio de vários canais de comunicação, os especialistas da ALS direcionam o gerenciamento dos ativos com foco em gestão. Em um trabalho conjunto com o cliente, o foco está sempre na redução de custos e na maior disponibilidade de seu equipamento.

Compartilhe este conteúdo

Imprimir