Artigos, Tribologia

Diluição de combustível por Cromatografia Gasosa

Fuel Dilution

A diluição por combustíveis em óleos lubrificantes é consequente da passagem do diesel pelas vedações nos pistões. Isso pode influenciar nas características do óleo, pois causa a diminuição da viscosidade e redução da lubricidade. Este cenário, por sua vez, pode reduzir o desempenho do motor, acelerar o desgaste do mesmo e até provocar falha repentina, por não permitir a proteção adequada das superfícies dos componentes.   

Portanto, o teor de diesel é um dos parâmetros que deve ser monitorado continuamente, afim de garantir a disponibilidade do equipamento. 

Na ALS Tribology Brasil essa análise era realizada por meio do teste de ponto de fulgor “passa/não passa” e denominado, no relatório, diluição por combustível (aplicado em amostras com indícios dessa contaminação). No entanto, esse é um teste qualitativo que indica se há contaminação por diesel acima de 4%.  

Em substituição a esse procedimento, foi adotado o teste de Diluição de combustível por Cromatografia Gasosadesenvolvido conforme a metodologia estabelecida pela norma internacional ASTM D7593.  

A seguir falaremos como funciona este novo teste. 

Análise de Diluição de combustível por Cromatografia Gasosa

A análise de Diluição de combustível por Cromatografia Gasosa é feita por meio de cromatógrafo gasoso com detector de ionização por chama. Nesse método, a amostra passa por um processo de separação física em colunas cromatográficas especiais. Os compostos separados sensibilizam um detector de ionização de chama resultando em um cromatograma (gráfico que mostra a presença de compostos extraídos da amostra ao longo do tempo). A quantidade de diesel é, então, quantificada por meio de curvas de calibração montadas a partir de padrões certificados. 

Conclusão 

A análise de Diluição de combustível por Cromatografia Gasosa é um método quantitativo que fornece resultados reais da contaminação por combustível nas amostras, identificando percentual de contaminação de 0 a 10% de diesel no óleo. Esse método possui uma precisão maior nos resultados do que o método qualitativo anterior de Diluição por combustível.  

O ensaio será aplicado nos pacotes de ensaios para motores que apresentarem indícios de contaminação, como queda da viscosidade. 

Para mais informações, entre em contato conosco!

CTA Blog

Compartilhe este conteúdo

Imprimir